Aluguel de energia solar, o que é, como funciona?

A princípio, para quem quer investir em um negócio rentável, o aluguel de energia solar é um modelo ideal, tanto para grandes empresas que consomem muita energia elétrica, quanto para consumidores que consomem pelo menos 10.000 kWh/mês.

Em termos de economia, a aquisição de um sistema de energia solar pode gerar uma redução de custos de até 30%. O local de instalação da usina solar e radiação do sol, podem fazer com que esse número varie.

Instalação do sistema fotovoltaico

Antes de tudo, para falar sobre o processo de aluguel de um sistema de energia solar, é importante também falar sobre a instalação do sistema fotovoltaico.

Em síntese, seja em comércios, indústrias ou residências, é importante atentar-se para os cuidados desde o processo de compra até o de instalação, tendo em vista que o espaço disponível pode não ser suficiente para a boa eficiência do sistema.

Sendo assim, o aluguel de um sistema de energia solar é a maneira mais indicada para resolver o problemas, como por exemplo, o local não for apropriado e precisar de adaptação, feita através de obras,

Em suma, esse modelo traz economia para o consumidor que não precisará gastar com questões de obras, investimentos, tecnologias e manutenções;

Aluguel de energia solar é um bom investimento?

A resposta do aluguel de energia é positiva principalmente para clientes que possuem um consumo mensal de aproximadamente 10.000 kWh.

Contudo, várias unidades podem dividir o consumo. Entretanto é importante ressaltar que para isso, todas as unidades devem ter a mesma titularidade, podendo ser tanto na pessoa física, quanto jurídica.

Quando o consumidor opta por esse investimento, é feito um contrato normal de aluguel com a empresa proprietária da usina. Esse contrato estipula o valor mensal a ser pago e o direito do contratante de utilizar a energia gerada pela usina.

De antemão, é importante ressaltar que ao alugar o sistema de energia solar, o consumidor não precisará pagar investimento e nem se preocupar com questões como construção e operação da usina. Isso será responsabilidade do dono da usina.

O desconto dado na fatura de energia pela concessionária regional que faz a distribuição de energia após o pagamento da mensalidade. Investir nessa opção é sinal de economia e uma forma de se preocupar com a sustentabilidade do planeta.

O aluguel de energia solar e a lei?

Uma das dúvidas frequentes dos consumidores que estão pensando em adquirir esse modelo, é se o aluguel de uma usina solar está dentro da Lei. E a resposta é sim!

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), através da Resolução Normativa n° 482/2012, atualizada pela Resolução Normativa n° 687/2015, regulariza os métodos de geração distribuída longe da carga.

Segundo as normas da ANEEL, é permitido construir usinas em locais distantes, que tenham melhores condições de geração de energia.

Em síntese, é importante destacar que tanto a unidade geradora, quanto as unidades consumidoras que recebem o benefício, devem fazer parte da mesma distribuidora de energia.

Aluguel de energia solar, vale a pena?

O aluguel do sistema de energia solar é uma opção econômica, sustentável e simples. O consumidor só precisa cumprir os requisitos determinados pela empresa proprietária da usina.

Por fim, quando fechar contrato, você poderá desfrutar da energia gerada pela usina e dos benefícios que esse modelo traz ao seu negócio.

Gosto do conteúdo? Leia também sobre como funciona o processo de homologação do projeto de energia solar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
PUBLICAÇÕES RECENTES

Inscreva-se e receba
notícias e ofertas especiais.